Lula diz querer ser 1º presidente do Brasil a emprestar ao FMI


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quinta-feira, após a cúpula do G20, que pretende entrar para a história como o primeiro presidente brasileiro que emprestou dinheiro para o Fundo Monetário Internacional (FMI).

O presidente Lula não para de surpreender. Depois de ter sido considerado "o cara" e como o presidente mais popular da Terra pelo presidente dos EUA, Barack Obama, Lula mostrou novamente aos membros do G20 que Obama pode estar certo. Ele é o cara!

Na reunião em Londres, Lula e os demais líderes do G20 chegaram a um acordo para que US$ 1,1 trilhão sejam usados para combater a crise financeira global. A maior parte do dinheiro deve ser destinada ao Fundo.

Em entrevista coletiva, Lula e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, não revelaram o valor que o Brasil vai destinar ao órgão internacional de crédito.

Segundo eles, o Brasil está em negociação com o FMI para que o dinheiro para o Fundo seja na forma de um empréstimo, para que as reservas do país não diminuam. "Vocês não acham chique emprestar dinheiro para o FMI? O Brasil hoje tem solidez", afirmou o presidente.

Momento "inédito"

Lula descreveu a cúpula do G20, grupo que reúne as maiores economias do mundo e os principais países emergentes, como um momento muito importante para o futuro da humanidade.

"Pela primeira vez, os países chamados desenvolvidos se colocaram em pé de igualdade com os que estão em desenvolvimento", afirmou.

O presidente acrescentou que houve "momentos de tensão e discussões calorosas" durante a cúpula, mas que os líderes do G20 conseguiram chegar a um consenso.

"Essa foi a reunião de que eu mais saí gratificado pelo fato de que as pessoas compreenderam que o momento é de prudência e ousadia política", completou Lula.

Doha

Lula afirmou que os líderes do G20 assumiram durante a cúpula a "responsabilidade de decidir a rodada de Doha".

Para ele, os chefes de Estado compreenderam que o desfecho da rodada "é um sinal muito forte para melhorar os efeitos da crise".

"Uma coisa que eu venho tentando há quatro anos aconteceu hoje. Passar a discussão da rodada de Doha para os líderes políticos, e não para os técnicos", afirmou o presidente.

Lula voltou a insistir na necessidade de restabelecer o fluxo de crédito internacional para que os países possam restabelecer o fluxo de suas balanças comerciais.

"Cassius Clay da crise"

O presidente disse ainda que as decisões tomadas pelo G20 terão um impacto positivo na economia do Brasil, mas não se arriscou a fazer previsões sobre o desempenho da economia brasileira em 2009.

Ele rejeitou as projeções da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que indicam uma queda de 0,3% no PIB brasileiro este ano, dizendo estar "mais otimista" do que a organização.

"Acho que a OCDE exagerou nas previsões sobre a retração da economia para 2009", disse Lula.

"Creio que o Brasil vive um momento otimista. Vou continuar passando otimismo. Crise a gente enfrenta lutando".

O presidente afirmou ainda querer ser o "Cassius Clay da crise", em uma alusão ao lutador de boxe que, após a conversão ao islamismo, passou a se chamar Muhammad Ali.

"Eu não tenho medo de cara feia. Imagina se o Cassius Clay tivesse medo de cara feia. O (George) Foreman teria nocauteado ele naquela luta que eles fizeram no Zaire. Entretanto, depois de apanhar por doze assaltos, ele meteu a muqueta e derrubou o cara. Eu me considero o Cassius Clay nessa crise", disse.

Nesta sexta-feira, o presidente faz uma visita às obras do Parque Olímpico de Londres, sede dos jogos de 2012, acompanhado do governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho.

No início da tarde, Lula volta a Brasília.

9 comentários:

Luiz Fernando disse...

Cristiano,
quão empolganet é ver o Brasil repetir o que os EUA fizeram durante e após a Grande Guerra Mundial: emprestar dinheiro que tem para receber juros, em meio a uma situação ruim no cenário global.
Essa situação dá a nós uma possibilidade de crescimento político fácil já que, sendo credor, o Brasil agora pode ditar as regras e interferir nos países que emprestarem dinheiro de nós.

roberto disse...

É uma lição de vida. Fernando Henrique um "intelectual". Apesar de ter vendido, ou melhor, doado as estatais, ainda assim deixou o país falido e uma dívida astronômica para o seu sucessor. Permitiu e fez vista grossa para robalheira e corrupção. Não houve prisões.


E agora o Lula. Um sindicalista de poucos estudos. Fala um portugues com muitos erros, mas com um poder de carisma impressionante. Dá uma lição aos intelectuais. Aqueles espertos de muito estudo e pouco carater e honestidade.
Recebeu o pais com dívida e agora estamos emprestando ao FMI.

Quanto a corrupção. Ainda existe em larga escala. Porem nunca vi um governo prender ou pelo menos indiciar tantos corruptos, como o governo do Lula.

Espero que o próximo presidente, intelectual ou não, tenha carater para combater a corrupção que é a maior praga no nosso país.

Anônimo disse...

Arildo
O pior cego é aquele que vê e finge que não vê. Daqui a alguns anos o povo Brasileiro ira sentir a pele as falcatruas que o senhor todo poderoso Lula está fazendo.Podem me criticar mas por favor guardem esta mensagem para um dia mais tarde se lembrarem e tomara que eu esteja enganado mas o nosso povo querido vai ainda passar por muitas dificuldades. Façam um texte em sua propria familia:comecen doar os seus bems um a cada dia e depois de alguns anos vamos ver o que sobrou aos seus familiares. Ah ai é difente do Brasil,voçês vão me responder. Com certesa que não é pois tudo depende de trabalho. Enquanto ele viaja faz discursos a nossa população já sofre com a falta de saude,saneamento basico,etc...Hoje um empregado ganha em média de R$ 500,00 a R$ 1.000,00. Uma familia que não trabalhe e a mulher tem um filho por ano ganha R$ 350,00 por filho é só fazer os calculos 6 filhos veses R$ 350,00 igual a R$ 2.100,00 por mês. Ai esta incluido bolsa familia e outros..... resumindo é muito mais facil ficar em casa fazendo enquanto a classe média tem de trabalhar dia a dia para cobrir estas despesas e o senhor Lula dizem ser o melhor presidente. Vamos deixar passar mais uns anos e se sobrevivermos converssaremos. Só para deixar claro no primeiro mandato do senhor Lula eu votei nele. Que arrependimento.Gente vamos dar uma olhada cada um em seu bairro sem comentar nada só façam uma análize produnda e depois voltem a esta coluna e escrevam. Vai ter muitas mensagens parecidas com a minha. Gente o Brasil que nos amamos é lindo não deixemos destrui-lo para depois ajuntarmos oque sobrou e tentar concerta-lo.

Anônimo disse...

Ronaldo, Jd. Iririú

Arildo, na boa, uma crítica construtiva, dê uma revisada
no que você escreve.

Se as suas idéias estiverem no
mesmo patamar qualitativo da sua
ortografia, como que você pensa que
poderá atingir às pessoas com
suas idéias ?

Olhe os seus absurdos em maiúsculas :

TeXte
ComeceN
BeMs (bah!)
VoÇê (essa dói na alma)
CerteSa
AnáliZe
ConCerto (ópeta, etc.

Erros de digitação eu descartei,
esses acima são ortográficos manjados.

Mas sinceramente, o que vc queria, o presidente picolé de xuxu ? Ou pior, em 2010 vc quer o Zé Pedágio (Serra para quem não sabe) ?

Sabia que até o diploma de título de "formado" em economia dele é fajuto ?

Anônimo disse...

Meu caro amigo Ronaldo, fiquei imensamente feliz por você ter encontrado os erros, no comentário que eu fiz. A ortografia foi escrita incorreta, propositalmente, para chamar a atenção de algum leitor que esta preocupado em defender o senhor Lula. E fico feliz que você o fez. Que tal você corrigir os discursos do teu querido presidente, pois se tu ficou indignado com um pequeno comentário então a nível Brasil você deveria se mudar para outros pais, pois com os palavrões que o ilustríssimo Lula fala você deve se sentir muito envergonhado. Vou citar alguns exemplos: nois, homi, fais, fumo, vamo, baxo, vamo bebe... Enquanto você faz a revisão, gostaria de lhe dizer que só na minha empresa os impostos recolhidos por mês ultrapassam os R$ 20.000,00, portanto acho que se você quer tudo direitinho vai ate Brasília ensina o ilustre senhor à não roubar o nosso dinheiro e a se expressar melhor, pois eu não devo explicações a ninguém, mas ele como presidente sim! Finalizando eu quero que a candidata do senhor todo poderoso ganhe a eleição em 2.010 e assuma em 2.011, para que, os atuais defensores incluindo você caiam na real e assim, a partir de 2.014 o Brasil entre nos rumos certos. Para mim, se for eleita(o), Dilma, Serra ou Aécio...Não faz diferença nenhuma, pois não dependo deles, tenho a minha empresa e o que nela se produz nunca terá crise no mercado. Dentro de sua casa com certeza alguns dos meus produtos com ortografia correta ou não, estão lá diariamente sim.
Uma sugestão assista a tv senado que vai ao ar todas as noites ai você terá maiores informações sobre o famoso presidente.
Um grande abraço.

roberto disse...

Senhores. Meus impostos pagos na fonte não são uma enormidade, mas são bastante significativos para mim. Esse imposto que eu pago, uma parte vai para a bolsa família. Eu não me importo com isso. Penso que é um dever do estado tirar da miséria essas pessoas. Essa responsabilidade é minha e também do estado. Existe uma frase que tem uma certa propriedade, que é a seguinte: É MELHOR ENSINAR A PESCAR DO QUE DAR O PEIXE. Concordo com isso, porém, ninguem consegue pescar com barriga vazia, na extrema miséria. Depois de encher a barriga, aí sim, vamos ensinar a pescar. Essa é a segunda fase. É preciso entender que estamos ainda na primeira fase que é "tirar a barriga da miséria". Alguns brasileiros vão se contentar somente em encher a barriga, porém muitos vão querer saber pescar. Vamos apostar nesses últimos.

Mas realmente o que eu não me conformo, e me revolto, a ponto de trincar os dentes, é ver meu imposto custear o tranporte de jatinho do senador Tarso Jereissate. Esse empresário milionário já tem seu jatinho particular, mas por uma questão de economia, prefere alugar outro jatinho pago por nós.

Esses comentaristas acima deveriam refletir sobre isso.
O que vcs acham ?

Sou um brasileiro inconformado sim, não com o uso do meu imposto para os excluídos ( que pretendemos incluir), e sim com os políticos corruptos, aproveitadores do dinheiro público, que não tem vergonha de usar e abusar da paciência do povo brasileiro.
Tenho dito

nilton1976 disse...

a vida prega peça nas pessoas de lingua quente.
quem tando se vangloreia dos seus diplomas é subtamente supreendido por alguem q ao olhos de supostos intelectuais nao oferecia diplomacia,diplomacia q para servidores publicos egoistas seria alimentar o interesse,apenas da elite intelectual q nao consegue nem abrir uma lata de massa de tomate.
Por maior q seja a dor de cotovelo de quem engole este tijolo,pelo fato de nao ser um FHC ou um Serra, q coleciona tanto diploma, os autores deste feito extraordinario,a gloria é toda do presidente LULA,os encomodados q se retire.

nilton1976 disse...

sabias palavras roberto,a razao é sua,parabens.

Anônimo disse...

É isso aí PT, diminui os juros da poupança e empresta dinheiro do povo para o FMI. Onde estão os velhos discursos de campanha?