Farra das passagens: Gazeta foi a primeira a denunciar

A Gazeta de Joinville foi o primeiro veículo de comunicação a denunciar a "farra das passagens", quando no dia 28 de abril daquele ano flagrou o então deputado federal Paulo Bauer (PSDB) sorteando passagens aéreas a correligionários de seu partido e a amigos radialistas, contrariando o que preconiza os princípios da moralidade na administração pública. A reportagem foi publicada edição n° 78, de maio de 2006.

"Atitude infeliz"
Depois de publicada a denúncia por essa Gazeta, outros veículos de comunicação de circulação nacional, como o jornal O Globo e a revista Veja, também noticiaram a farra de Bauer. Ainda em 2006, nossa equipe de reportagem foi a Brasília para ouvir o então presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, Ricardo Izar (PTB- SP), falecido em 2008. Na ocasião, Ricardo foi taxativo ao saber da atitude do deputado Paulo Bauer. "Eu achei que foi uma atitude infeliz do deputado em sortear passagens", comentou.

Radialistas contemplados com "presentinho"

Entre os convidados para a festança de Bauer, disputavam as passagens velhos conhecidos de programas matinais, entre eles Toninho Neves, Beto Gebaili, Osman Lincoln e Luiz Veríssimo, este último um dos mimados com uma das passagens para Brasília.

Os presentinhos rifados contemplaram também o sócio administrativo da Rádio Colon FM, Juracy Ribeiro, que é patrão de Veríssimo e Toninho Neves. O evento foi realizado no restaurante Piazza Itália. Questionado sobre a licitude do ato, o ganhador Luiz Veríssimo declarou. "A ética não deve ser dele (Paulo Bauer), mas sim de quem aceita, no meu caso, eu que fico em aceitar ou não." Veríssimo decidiu aceitar.

A velha novidade
Agora, três anos depois, a velha novidade volta a ser estampada nos principais jornais do país. O presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB), discutiu o assunto no último dia 21 com a mesa diretora e lideres partidários para definir regras que impeçam a continuação da "Farra das Passagens". No entanto, o próprio Temer admite que já usou as passagens em benefício de parentes. Outro deputado que admitiu ter usado sua cota parlamentar para proporcionar turismo a amigos e familiares foi Fernando Gabeira (PV-RJ).

A Câmara anunciou na última quarta-feira, dia 22, que agora apenas os deputados poderão utilizar as passagens, e as sobras da verba utilizada para essa despesa, terão que ser devolvidas aos cofres públicos.

10 comentários:

Anônimo disse...

Que o autor do Crime, do Cip!
seja punido ou morto
aquele vagabundo!

Anônimo disse...

sujeirada ein?em pensar q os radialista,nao só estes,abrem a boca falando de ética,honestidade e blablablaaaaaaaaaa....

Salomão disse...

A gente tem que tirar o chapeu para a coragem deste jornal.
Eu não assino porque acho que a linha do jornal é de esquerda, meio PT meio PSOL.
Mas aqui na internet eu to sempre vendo.
Não tinha visto esta do deputado Paulo Bauer com os amigos do rádio.
Bah, que vergonheira.
E ainda fazem correria para cima da moralidade.

Salomão Winguis/Balneário Camboriú

E. Duarte disse...

Os deputados federais de Joinville não estão a altura da nossa cidade.

O Jose Carlos Vieira, por exemplo, não larga o Toninho Neves. Dizem que semelhante atrai semelhante .

LIA _ IELUSC disse...

JÁ QUE TODO MUNDO QUER MAMAR NA TETA DO GOVERNO PORQUE NÃO DAR PASSAGENS DA CÂMARA DOS DEPUTADOS PARA A IMPRENSA ??
QUAL O PROBLEMA DO VERISSIMO RECEBER PASSAGENS DO PAULO BAUER ?
O PROBLEMA FOI QUE APARECEU ESTA DROGA DE JORNALECO PARA MELAR A FESTA. QUEM CONVIDOU A GAZETA PARA IR AO PIAZZA ITÁLIA ??????????

Léla disse...

Eu,sinceramente não acredito no q li no último post.Acho q a pessoa q se identifica como Lia_ielusc não deva ser estudante de ou formada em jornalismo naquela instituição.Se for,deve ter faltado em todas aulas em q eram ministrados temas sobre a ética profissional.Apesar de ética ser algo q vem d berço,nessas aulas, muitos professores proporcionam reflexões sobre o tema...Qual o problema de um jornalista ou pseudo-jornalista aceitar a passagem? Francamente...

nilton1976 disse...

tem sempre uma pessoa que não gosta que ofenda a imagem de seu ídolo,mas se ofender ou justificar como normal tal vergonha, talvez normal para quem não paga imposto ou arca com despesa.

Carlos Maílson disse...

LIA_IELUSC. Você faz da Gazeta um jornal ainda mais importante, porque prova que não são só os políticos da corja de Joinville que são sujos. Os seus eleitores também. Vote no Paulo Bauer, no Darci, no Tebaldi... É o tipo de políttico que gente baixa como você merece.

Gilmar Antonio Crestani disse...

Existe uma outra forma de promiscuidade. A RBS, por exemplo, promove painéis convidando políticos para palestras "remuneradas". Ou então envia um jornalista submisso para fazer uma reportagem na Amazônia, com despesas superfaturadas. As indenizações de viagem não são tributadas e assim fazem de conta que pagam um salário maior para os apaniguados...

Anônimo disse...

o perigo também vem da ric record,tem alguma coisa entre eles,Darci e Osni Martins,embora o Osni é raposa velha,sabe camuflar seu apoio,ele esta quase se entregando quando critica os vereadores ou a prefeitura.
Osni já apoiou LHS e ainda apóia,quem dirá o ano q vem.
a ric já fez uma propaganda meia tímida para o deputado Darci, seria eles também beneficiados?