Câmara cria CPI das contas públicas

A Câmara de Vereadores de Joinville instalou na tarde da última quarta-feira sua primeira Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). Os parlamentares vão analisar os motivos que fizeram com que as contas da gestão 2008 ainda não estejam fechadas junto ao Tribunal de Contas do Estado, que já havia prolongado a data de entrega do balanço para o dia 2 de março.

De acordo com o requerimento do vereador Osmari Fritz, acatado pelo plenário da Câmara logo no começo da sessão do último dia 18, os assuntos a serem analisados dizem respeito, principalmente, a questões financeiras da administração municipal passada.

No inicio do ano, a prefeitura havia reunido a imprensa para expor a situação das contas do município, classificadas como preocupantes, segundo o prefeito Carlito Merss. Sem ter os números do exercício passado em mãos, o prefeito alegou na época que governava no escuro, sem ter como executar o orçamento de 2009.

Outros assuntos também podem dominar as discussões, tais como cancelamentos de empenhos, créditos adquiridos do Prodec e que não teriam sido repassados e, ainda assim, contabilizados, a situação de emergência em novembro e dezembro de 2008, a operacionalidade do sistema de informática da prefeitura, a demora do fechamento do balanço contábil do exercício passado, o suposto rombo financeiro propalado pela imprensa, a demissão do contador José Carlos de Souza, a venda das contas dos servidores para a Caixa Econômica Federal por R$ 5,9 milhões, a vinda para Joinville de técnicos do Tribunal de Contas, as restrições de repasses federais e estaduais por causa do não fechamento do balanço de 2008.

A proposição da CPI é do vereador Osmari Fritz (PMDB). A formação da comissão está definida e contará com um parlamentar de cada um destes partidos: PMDB, PSDB, DEM, PT, e mais um das bancadas de minoria (PP, PSL, PDT e PPS). Dentro de alguns dias serão conhecidos os vereadores indicados por cada agremiação e pelo bloco minoritário. A partir disso, as investigações poderão ser iniciadas.

2 comentários:

Anônimo disse...

CPI????
E LA ALGUMA VEZ CPI PUNIU ALGUEM???
SÓ VAI CRIAR MAIS GASTOS AS COFRES PUBLICOS E NAO VAI DAR EM NADA COMO SEMPRE
NESTE PAIS

Kleyton disse...

O que está ocorrendo(ocorreu) com o fechamento das contas da Prefeitura de Joinville, não é uma exclusividade nossa, inúmeras outras cidades Brasil a fora também sofrem com este dilema. O que deveria mudar, em minha opinião, é a data de posse do novo prefeito, e uma administração conjunta por 30 dias, assim, não teríamos tantos problemas como estes. Que, a antiga administração pecou não tenhamos dúvidas, mas que a atual poderia ser mais enérgica e com mais atitude, no que diz respeito a ZONA que dizem estar as contas, isto devia!