Carlito não cumpre promessa de campanha de acabar com a TLL

Prefeito se comprometeu em acabar com a cobrança da taxa, mas carnês estão chegando aos comerciantes

Jacson Almeida
jacson@gazetadejoinville.com.br

Comerciantes da maior cidade do estado estão indignados após receberem carnês da TLL (Taxa de Licença, Localização e Permanência no Local), imposto municipal cobrado anualmente e usado para garantir a fiscalização das empresas. O prefeito Carlito Merss (PT) colocou como proposta de campanha a extinção da cobrança anual. Apenas Joinville cobra anualmente esta taxa. Inconformados, empresários do setor cobram atitudes do governo.

Rogério Ravache é dono de uma banca de jornal e revistas. Ele pagará R$ 282 de taxa neste ano. "A TLL é um imposto que não se vê, ou seja, é só para encher o cofre do município", reclama o comerciante. Para ele, a prefeitura cobra essa tarifa alegando que fiscais do governo iriam ajudar, mas nada acontece.

Jefferson Alírio Soares é proprietário da Mercearia Soares e o valor que será cobrado dele é um pouco mais de R$ 200, parcelado em duas vezes. Ele acha injusta a cobrança, pois "há pessoas que encostam um carrinho e vendem sem pagar nada". Para ele, Carlito descumpriu as promessas de campanha.

Segundo o secretário da Fazenda, Márcio da Silva Florêncio, existe uma comissão analisando a TLL para verificar as possíveis cobranças da taxa. Esclarece ainda que alguns detalhes serão analisadas, pois existe uma lei que deverá ser alterada. Outro fator que dificulta a extinção do imposto neste ano é a lei de responsabilidade fiscal, já que o valor estipulado para receber deste imposto está incluído no orçamento de 2010.

Cobrança não tem data para acabar

A gerente interina da área de Arrecadação e Cobrança da prefeitura, Karin Gresser, confirmou que há uma comissão analisando a TLL. "Verá (comissão) a possibilidade de mudar a lei para que a taxa deixe de ser cobrada anualmente, mas não há nada oficial ainda", esclarece.

"Com a cobrança da taxa há mais segurança para o comerciante, pois o consumidor verá o alvará", diz a coordenadora do setor de Tributo Mobiliário, Melanie Aparecida Luiz Vieira. Ela admite que possivelmente a partir de 2010 a taxa vai continuar, mas só será cobrada na alteração e inscrição do comércio. "A TLL é para os gastos da prefeitura com a fiscalização, como gasolina e pagamento de fiscais", explica.

Já o comerciante Jefferson Soares lembra que além da TLL, é preciso pagar outros impostos. "Não se vê retorno do dinheiro pago", reclama. Ele ressalta que "o prefeito conhece como funciona a máquina, portanto deveria saber se não houvesse como cobrar a TLL em 2009". Para Jefferson, o Carlito enrola e leva com a barriga as promessas feitas na campanha passada.

8 comentários:

Anônimo disse...

Então porque o Carlito mentiu dizendo que não ia cobrar. Mentiroso, tem que ser caçado e expulso de Joinville.

Anônimo disse...

ALEM DE MENTIR QUE IRIA EXTINGUIR A TLL AUMENTOU ELA
JOGUEI MEU VOTO NO LIXO
ONDE EU ESTAVA COM A CABEÇA VOTAR NO PT

Anônimo disse...

Hahahaha conta a novidade agora.. OWWW POVO BURRO.
ENGRAÇADO QUE TODO MUNDO RECLAMA, MAS "NINGUEM" FAZ NADA.. POVO ATRASADO, MESEQUINHO.. EM UMA PASSEATA CONTRA O AUMENTO DAS PASSAGENS DE ONIBUS NAO IA MAIS QUE 300 JOVENS, MESMO QUE SO PRA FAZER BARULHO JA TA VALENDO. SO NAO ACREDITO QUE UMA CIDADE COM MAIS DE 500 MIL HABITANTES NAO CONSIGA FAZER NADA CONTRA TODAS ESSAS IRREGULARIDADES DA NOSSA QUERIDA PREFEITURA. ENGRAÇADO QUE QNDO TEVE O CARNAVAL ESSE ANO FORAM CONTABILIZADOS MAIS OU MENOS 10 MIL PESSOAS. E SÓ 300 NUMA PASSAETA. ALGUMA COISA ESTA ERRADA E NAO É SO NA PREFEITURA.. O POVO SE ACOMODOU !!!

Anônimo disse...

Não adianta reclamar agora. Todo mundo já sabia como é o jeitão "Petralha" de governar. E digo que não adianta reclamar porque eles estão "se lixando" para tudo isso. O que interessa é o ano que vem com "Dilma" na cabeça e no bolso de todo nós... O jeito é "relaxar e gozar" pelos próximos 04 anos.

Anônimo disse...

Carlos Roberto Silva
karlosr_silva@yahoo.com.br
Povo burro mesmo, mais burro, é porque não sabe que tudo que se faz agora, é o que a Câmara de vereadores aprovou ano passado. O prefeito já conta com essa receita porque ela já estava inclúida no orçamento aprovado ano passado pelos vereadores do Teba, povo burro. Os vereadores do Teba , achavam que o Darcizinho iria ganhar, dai eles não queriam abrir mão dessa verba, povo burro. Aguardem povo burro. Esse ano tá travado pro atual prefeito. O mandato dele começa ano que vem, ou não sabiam disso. Depois de 20 anos de desordem, não tem como arrumar a casa de um dia pro outro povo burro. Aos que ficaram contrariados ou sentiram-se ofendidos, aí vai mais um elogio. Povo burro. Os burros não podem ser massa de manobra em nossa cidade. O burro ouve mal, escuta pela metade, e dissipa a informação errada. Vão ler e se informar.
Carlos Roberto da Silva
karlosr_silva@yahoo.com.br

Anônimo disse...

Concordo parcialmente, com o Carlos Roberto da Silva, só mesmo um povo "burro" para eleger o Carlito, os "burros" sempre votam nos "burros" e os "mais burros" são os que defede os "burros". Burra é essa administração do PT. Burro e mal educado é o pessoal do PT que ofende o Povo, que chama o povo de "burro".

Luizão da Duque disse...

Então se a TLL já estava no orçamento do ano passado significa que no ano que vem não haverá cobrança, certo ?

Não. Errado.

O Carlito já tem a comissão para analisar a TLL. E VAI MANTER A COBRANÇA.

Ele usou a AMAE para subir a agua.
Usou a Seinfra para subir o onibus (apesar do professor Trigo ter sido contra).

E, agora, vai usar a comissao para dizer que tem que mantewr a TLL.
Promessa pára o PT é bobagem

Mauricio disse...

promessas já estamos cansados de o senhor carlito prometer tanta coisa , primeiro aumentou a agua, segundo aumentou a passagem, terceiro agora continua a TLL, a ainda diz que ia mudar essa cidade que vergonha mentiroso, mentiu apara 170 mil eleitores que votaram nele......absurdo