Suspeita de fraude na eleição para o DCE da Univille

Assessores do PT são flagrados em atos de boca-de-urna durante votação na universidade

Leonel Camasão
camasao@gazetadejoinville.com.br

A eleição mais disputada da história do Diretório Central dos Estudantes da Univille (DCE) tem tudo para ir parar no tapetão. Eleita na última segunda-feira com 28,88% dos votos, a Chapa Expressão Universitária, ligada ao PT, foi denunciada pelas outras cinco chapas que disputavam o pleito.

As denúncias incluem boca-de-urna, compra de votos, interferência partidária na campanha e coação de eleitores. Todas as denúncias serão averiguadas pela comissão eleitoral. Caso comprovado, a chapa vencedora pode ser impugnada.

Seis chapas disputaram à preferência dos estudantes. Todas elas possuíam membros ligados a algum partido político, direta ou indiretamente. Dos 9 mil alunos aptos a votar, apenas 1.371 compareceram às urnas.

Suspeita de boca-de-urna e compra de votos

Fernanda Ozório fotografou boca-de-urna

Segundo denúncias recebidas pela Gazeta de Joinville, a boca-de-urna e a compra de votos ocorriam com um único procedimento: a distribuição gratuita de camisetas com a logomarca da chapa Expressão Universitária.

A estudante Fernanda Ozório, do quarto ano do curso de História, fotografou a ação da chapa. “Eu cheguei [na Univille] por volta das 18h40, daí logo que eu desci do ônibus já tinham duas pessoas que apóiam a [chapa] Expressão Universitária distribuindo camisetas e adesivos”, afirma.

A estudante de Letras e integrante da chapa Democracia e Luta, Thays Ribeiro Freitas, reforçou a denúncia. Pouco conhecida na faculdade por ser caloura, Thays afirma que a então candidata a presidente pela chapa Expressão Universitária, Daniela Alves Machado, distribuiu camisetas para ela e para as amigas, pedindo voto.

“Estávamos passando perto do corredor e ela perguntou 'vocês já votaram?'. A gente disse que não e ela continuou. ‘Ah, então vem aqui que eu dou uma camiseta para vocês votarem na gente’, afirmou a estudante. Ela diz ainda que a distribuição das camisetas ocorreu dentro de um elevador para deficientes físicos. “Ela disse para fazer escondido para a comissão eleitoral não ver”, afirmou.

Thays procurou os fiscais para denunciar a prática. Logo em seguida, a chapa elaborou o documento para denunciar a boca de urna e a tentativa de compra de votos.

Estudante exibe camiseta que supostamente foi dada em troca do voto


Fernanda começou a fotografar a ação de boca-de-urna e depois encaminhou as fotos para a Comissão Eleitoral. “Eles falaram que isso ia ser apurado”, afirmou. De posse das imagens, uma das chapas derrotadas elaborou um documento pedindo a impugnação da Expressão Universitária. Todas as outras chapas subscreveram à carta de denúncia.

Segundo o Rafael Tribess, presidente da comissão eleitoral, as tentativas de impugnação são comuns. “É normal de quem não levou a eleição. Nós organizamos o pleito para que não houvesse fraude e isso nós realizamos. Agora vamos avaliar o pedido de impugnação”, afirmou.

Três assessores em campanha

Coordenadora de política para Juventude da Prefeitura, Juliana Alcântara (centro)

Uma das pessoas ligadas aos atos de boca-de-urna era o assessor parlamentar Douglas Almeida, de 23 anos. Douglas é lotado no gabinete do vereador Manoel Francisco Bento (PT), líder do governo Carlito Merss na Câmara de Vereadores. Ele já havia sido objeto de reportagem no dia 17 de junho, quando uma denúncia de um estudante do curso de Ciências Biológicas afirmou, em entrevista, que Douglas estava fazendo campanha dentro das salas de aula na Univille. Na época, o assessor negou estar fazendo campanha.

A coordenadora de políticas para juventude da Prefeitura de Joinville, Juliana Rocha de Alcântara, também aparece nas fotos fazendo boca-de-urna. O cargo é vinculado ao gabinete do vice-prefeito Ingo Butzke (PR). Ela mesma admitiu estar no local na segunda-feira, e disse não ver problema nenhum na ação. “Eu apóio a chapa e todo cidadão tem direito de fazer campanha para quem quiser”, afirmou.

Apesar de não aparecer nas fotos, o coordenador de assuntos para a Juventude da Fundamas, Rafael Meurer, filho do vereador Belini Meurer, também admitiu em entrevista que estava na Univille ontem durante a votação. Para ele, esse tipo de procedimento é normal no movimento estudantil e é realizado por todas as chapas.

Urna de votação não chegou a São Francisco do Sul

Os membros da chapa Andar pra Frente também reclamaram sobre o atraso na chegada da urna na unidade São Francisco do Sul. A idéia inicial era deixar a caixa de votação durante todo o dia no campus da cidade vizinha, mas a comissão eleitoral decidiu levá-la de manhã e de noite, já que não há aula de tarde.

A estudante de administração do campus São Francisco, Iasmine de Borba Souza, conta que a urna deveria ter chegado às 19 horas. Entretanto, a caixa utilizada para a votação só apareceu às 21 horas, sendo que o pleito acabava às 21h30. “Essa é a época de provas, o pessoal faz o trabalho e já vai embora. 19 horas é o horário que todo mundo chega e poderia votar. Eles deixaram de votar porque não tinha urna”, afirmou.

Eles estão preparando um abaixo assinado entre os alunos pedindo o direito ao voto. Segundo o candidato a presidente João Antônio Fortunato, da Andar Pra Frente, a intenção é refazer a votação de São Francisco. “Éramos a única chapa que possuía membros lá. Quase 130 alunos não tiveram acesso à urna. Isso tem que ser revisto”, reclama.

O candidato a presidente da Chapa C_LigA!, Alex Alexandro, também ficou a par das diversas denúncias envolvendo o processo eleitoral. Ele acredita que a medida mais justa é anular os votos da chapa Expressão Universitária e empossar o segundo colocado – no caso, ele mesmo. A diferença entre a C_LigA! e a Expressão Universitária foi de 51 votos.

Alex afirmou que, caso não consiga reverter o resultado dentro da comissão eleitoral, vai entrar com um processo judicial para garantir a anulação dos votos.

DCE é pra lutar: resultado é legítimo

Outra chapa ligada a uma corrente do PT, a DCE é pra Lutar, também assinou documento pedindo a impugnação da chapa Expressão Universitária. Apoiados pela Juventude Revolução – entidade ligada ao vereador Adilson Mariano (PT) – o presidente da chapa. Tiago de Carvalho, afirma que a vitória é legítima.

“Teve a boca-de-urna que não era pra acontecer, mas não descaracteriza a legitimidade das votações. Mesmo que tivesse esse problema não foi a boca-de-urna que deu 396 votos para esses caras”, afirmou.

Tiago também afirma que o procedimento não é certo, mas é “normal” no movimento estudantil. Ele também acredita que a impugnação não é o caminho. “Acho que administrativamente não vale a pena porque isso não conscientiza os estudantes, e na verdade talvez justifique o acontecimento dessa prática pra sempre”, acredita.

O candidato também não condenou a utilização de assessores da prefeitura e da Câmara fazendo campanha. “É a prática de cada um. A gente quer uma chapa independente e dos estudantes”, disse.

Nas imagens capturadas pela estudante Fernanda Ozório, também aparecem dois assessores do vereador Adilson Mariano e o próprio vereador nas proximidades das urnas. “A principio eles não fizeram nenhuma divulgação ali, mas acredito que a própria imagem deles já está demonstrando certa divulgação”, afirma Fernanda.

17 comentários:

Anônimo disse...

Isso tudo além de vergonhoso, faz com que candidatos para proximas eleições desanimem, deixando uma imagem de quem tem poder politico e financeiro tenha vitória nas urnas.
Criticaram e derrubaram o antigo presidente, mas estão fazendo o mesmo ou pior para terem o poder do DCE.
Esperamos que a atual presidenta nao faça do DCE um cabo eleitoral petista!

Anny Grasielli Voos disse...

Fico triste com essa denúncia. Sou formada em Letras e uma das pessoas que ajudou a fundar a Expressão Universitária, com meus amigos Paul, Alex, André, Nascimento... As chapas que concorrem ao DCE sempre têm um fundo ou apoio de partidos políticos, mas comprar votos...bem isso é outra história gente, é muito grave! Na minha época já concorríamos com a DCE é pra Lutar e apesar da ligação com a extrema esquerda (cujo ideais eu pessoalmente não concordo) sempre foram honestos e jogaram limpo. Por isso, penso que a denúncia de 5 concorrentes não pode ser somente "dor-de-cotovelo" das opositoras. Onde há fumaça há fogo. Infelizmente, pois a Expressão sempre me foi muito querida.

Anônimo disse...

Impugnação! E nada de vitória ao segundo colocado, precisamos de um DCE de verdade! Novas eleições!

Carlos Henrique disse...

A eleição do DCE da Univille foi legítima. A chapa Expressão foi vitoriosa e agiu de forma correta. A segunda colocada, patrocinada pelo deputado Vieira(DEM) está querendo ir pra justiça porque perdeu, mas o próprio Alex admitiu para a comissão eleitoral que fez boca de urna, agora quer ganhar no grito. As "denúncias" apresentadas aqui são de uma apoiadora conhecida da chapa do PSOL. Quanto a votação em SFCO,a urna foi sim, mas uma professora faltou e os alunos foram dispensados. Se realmente quisessem votar, teriam esperado. Nada de golpe do DEM, o Gehlen queria se perpetuar no poder, foi derrubado, agora quer dar golpe e tomar o DCE. Vamos respeitar a decisão da maioria dos estudantes que votaram. Parem de choradeira! E vamos assinar os comentários aqui, por favor!

Anônimo disse...

o desavisado aí de cima, só pra te avisar: quis que ele ajudasse a chapa de um amigo e ele disse que estava fora!!! Quase ficamos sem se falar mais por causa disso. E tenho certeza de uma coisa, se ele apoiasse qq um, com certeza o resultado seria diferente.

Anônimo disse...

O PT não tem mer... nenhuma a ver com o DCE mas o pessoal insiste em ligar os fatos. Vejo apenas fantoches por aqui.

ali disse...

Em resposta ao Carlos Henrique.

Após analizar toda a matéria, em momento algum eu li sobre o Vieira(DEM) estar "bancando" a chapa C_LigA!, e muito menos ele (o presidente da chapa) dizer que estava fazendo boca de urna.
E por favor é lógico que o pessoal de Sfco queria votar, mas para isso as urnas tinham que estar no lugar certo e na hora certa.
E que o segundo colocado assuma a presidência!

Anônimo disse...

A chapa Expressão Universitária mereceu legitimamente os votos e não há mais o que ser discutido. A democracia diz que a maioria vence, e a Expressão Universitária venceu. Candidatos mal sucedidos que se organizem melhor e concorram novamente na próxima eleição porque esta já está ganha.
As práticas acima citadas SEMPRE OCORRERAM nas eleições do DCE desde que estudo na Univille (há 4 anos).
Porque nas eleições anteriores o Sr Gehlen passeava pelos corredores distribuindo camisetas, adesivos e panfletos e com suas "apoiadoras" pedindo votos pela Univille afora. Isso nunca foi contestado, porque quando eles caem do poder, tem a ousadia de contestar?
O DCE já tem nova presidência, a maioria venceu, todos que apoiaram se estão ligados ou não a partidos políticos não interessa, no estatuto não há restrições e ainda vivemos num país democrático onde cada um apoia e faz o que quer.

A MAIORIA VENCEU QUE SE CONTENTEM OS OPOSITORES, ANO QUE VEM TEM MAIS!!!

ali disse...

Engraçado uma chapa ganhar sem fazer uma companha visivel, e aparecer somente no dia das eleições com pessoas de outras cidades apoiando-a, e o pior é a presidente não comparecer ao debate para defender suas ideias.
Mas existe uma justiça maior que tudo sabe.
E que ocorram novas eleições, para decidir o futuro do DCE.

Alexandre disse...

Lamento o fato da ainda discutirem isso. Se exitis uma regra, ela deveria ser cumprida. Porém, o que os derrotados deveriam pensar, era nos estudantes que não foram votar, que não se sentiram representados em nenhuma chapa! Se houve denuncia e não houve apuração, culpa da comissão eleitoral. Mas perder uma eleição com vencedor de 400 votos e ainda reclamar?!?!!? que que ta acontecendo?!??! que representatividade é essa?!?!?!?!
Gloriosos tempos de quase dois mil votantes!!!!

Joaquim disse...

Mt bem lembrado:
Porque nas eleições anteriores o Sr Gehlen passeava pelos corredores distribuindo camisetas, adesivos e panfletos e com suas "apoiadoras" pedindo votos pela Univille afora. Isso nunca foi contestado, porque quando eles caem do poder, tem a ousadia de contestar?
Pq não mencionam que o Vieira deu dinheiro para a Chapa C-Liga?????
A matéria nem cita a relação estreita entre Carlos Gehlen, o deputado Vieira e o president a C liga!
Não sabem perder!

Anônimo disse...

Fui aluno da Univille desde a 1a série do 1o grau, sendo que no antigo ginásio havia professores que mal disfarçavam o posicionamento político partidário. Quem estudou com a Valdete - que hoje comenta política com parte da equipe deste jornal - concorda comigo. Sem falar no Silvestre- hoje empossado como secretário. Quando cursei a faculdade, estes nomes citados - Carlitos, Adilson Mariano, Rafael Meurer, faltou o Marquinho? ou não bateram foto?, entre outros - estavam todos lá empenhados em fazer política partidária, e DANEM-SE OS ESTUDANTES. Pelo visto a tomada de poder em nível nacional e municipal somente aumentou a sem-vergonhice e desfaçatez da corja PTista. Vão faltar cargos na prefeitura e professores no curso de História - pois já tão instalados: MARTA, BELINE, IARA... fora os discipulos Rafael, Zeca,Michael, e muitos outros "escondidos na estrutura". Não vou assinar pois ganho a vida com muito trabalho, e não fazendo política. Só não pude deixar de expressar a profunda tristeza de ver o DCE cada vez mais degradado - antigamente ganhava-se sem falcatruas

Anônimo disse...

Sou aluno da UNIVILLE e não votei pela primeira vez. Estou no último ano e nunca vi um integrante do DCE fazer algo, ou mesmo aparecer depois de eleito. É um absurdo o que ocorre na UNIVILLE, uma instituição política e, em muitos casos, cabide de emprego.
A propósito, a chapa que ganhou não foi à única a fazer boca de urna!

Carlos Gehlen disse...

Só pra mim entender: Sou ligado ao grupo do Charli do PMDB, do Vieira junto com o PPS, do Darci na dobradinha DEM/PSDB ou do meu pai que é filiado no PT?
Por favor, já declarei que esotu fora de qq ato político desde o fim do meu mandato. Agradeceria se pudesse ficar de fora das discussões de DCE. E todo sucesso a Dani na presidencia do DCE.

Anônimo disse...

Voceis falam para não ter politica no DCE, mas continuam falando que um é de um partido outro é de outro. Mostrem a cara vcs também. São filiados e não adianta dizer que é mentira. falsos

Anônimo disse...

Voceis???????
Não seria "VOCÊS"?

Anônimo disse...

SIM, teve boca de urna, eu sou do curso de Ciências Biológicas, e no dia da eleição, DUAS veses fui abordado para que eu votasse no Chapa Expressão Universitária, a primeiro, foi bem no início das aulas, e outra logo após o intervalo eu e minha amigas saindo da biblioteca, novamente fomos abordados e nos pediram votos, e ai o que será feito a respeito disso, novos coruptos e demagogos já na universidade, imagine o que profissionais serão?