Declaração de Carlito pode ser despreparo ou ato de má-fé, diz especialista

O arquiteto Marcos Bustamante questionou a famigerada transparência das planilhas apregoada pelo petista Carlito Merss. Segundo ele, a declaração do prefeito de que as planilhas ficaram expostas por quatro meses e ninguém apontou nada “é de causar perplexidade, pois pode demonstrar despreparo administrativo para o cargo ou má fé na condução de atos sob sua responsabilidade”, disparou.

De acordo com Bustamante, a promessa de transparência sequer foi iniciada. “Planilhas já foram anteriormente publicadas em jornal inúmeras vezes nesta cidade, com o mesmo intuito, mas na verdade, para demonstrar parecer assunto complexo, exclusivo aos tecnocratas, e inacessível à discussão comunitária”, comentou.

Segundo o arquiteto, que foi convidado pelo prefeito Wittich Freitag para implementar as melhorias no sistema de transporte coletivo, após a publicação, e durante os meses seguintes, pode-se verificar no histórico do Blog do Transporte as manifestações com análises e sugestões de diversos interessados em contribuir para um autêntico e legítimo processo democrático de debate sobre as questões do transporte de Joinville. “Nada foi retribuído pela Prefeitura”, aponta.

Para o profissional, a concessão do serviço público de transporte, no caso de Joinville, uma permissão, preserva todas as garantias, direitos e obrigações do Poder Público de gerenciar, planejar e tarifar o sistema. Isto assegura e requer de forma intransferível, especialmente ao prefeito municipal, toda iniciativa na condução e efetivação das medidas necessárias. “A decisão é única e exclusiva do prefeito e ele não pode se omitir”, disparou.

“Reconhecer a incapacidade gerencial, sem domínio das informações essenciais de controle e a inexistência de fiscalização, são motivos suficientes para impedir a justa tarifação”, disse.

Decisão suspeita

Segundo Bustamante, “aceitar base de dados suspeita é também tomar decisão suspeita. Foi-se a credibilidade, quebrou-se a confiança! Mesmas atitudes, mesma perspectiva. Agora, Joinville, é hora de redobrar a atenção a cada movimento, refletir sobre posicionamentos, definir ações, pois assim órfãos da responsabilidade pública, resta-nos a dignidade cidadã a nos orientar a esperança”, concluiu o arquiteto.

6 comentários:

Anônimo disse...

Porque os vereadores nao andam de onibus?, ja que compactuaram com a irregularidade de termos um serviço de transporte publico nao licitado e sim concesionado às escuras pela camara (de vereadores), eles devem achar que o serviço de onibus é tao bom que bem poderiam ir e vir para a camara de vereadores de amarelao, ou será que eles nao acreditam que o trasporte publico seja bom??? e o ministerio publico que nao processa por improbidade administrativa à prefeitura (alias ao prefeito) que sabendo que nao houve licitaçao de um serviço publico deixa as coisas como estao? ou será que caberia uma açao por condescendencia criminosa a Carlitos que sabendo que o processo consesivo é irregular nada faz? quem sabe de um crime e nao faz nada para impedi-lo é cumplice, e se temos uma empresa de onibus deshonesta e um prefeito com incapacidade administrativa cumplice de irregularidades alguem teria que agir.... Cadê o MP? ele existe mesmo em Joinville?

Anônimo disse...

EU ACESSEI O BLOG DA PREFEITURA, FIZ UM MONTE DE AFIRMAÇÕES, SOLICITEI INFORMAÇÕES, FIZ ACUSAÇÕES, COMO NINGUÉM SE MANIFESTOU? É MENTIRA DO CARLITO. SÓ SE O SECRETÁRIO DALBOSCO NÃO MOSTROU PARA ELE, SÓ SE O SECRETÁRIO DALBOSCO ESCONDEU, MANDOU DELETAR. O ARQUITETO TÁ CERTO.

Professor Luiz disse...

Quando a prefeitura dizia que OS TECNICOS estavam analisando as planilhas , mentia.

Só tem UM técnico que é o Rubens Nermann que NÃO tem nenhum dado próprio para comparar.

A coisa funciona assim:
1-As empresas de onibus entregam numeros em planilhas para convencer o prefeito a subir as passagens.
2- O técnico Rubens Nermann finge que está analisando com seu banco de dados (que não existe)
3- O número de passageiros ninguem confere. Vale o que dizem as empresas. Esta foi uma das falhas denunciadas pelo professor Trigo.
4- O prefeito assina o aumento sob o argumento de que as planilhas foram avalisadas pelo(s) tecnico(s)da Seinfra.

Tudo uma grande farsa. Uma ilegalidade que agora foi escancarada pelo "tecnico" Nelson A. Trigo que SOZINHO analisou as planilhas e a falta total de dados para checa-las.

O prof. Trigo denunciou em carta ao prefeito que tomou uma atitude desonesta ao ignorar a DENUNCIA FORMAL DAS IRREGULARIDADES.
E para piorar,Carlito repetiu exatamente a atitude que sempre disse condenar: aumentou o onibus passando por cima da moralidade e por cima de seu secretário.

José Mario disse...

Não quero aqui justificar o aumento e muito menos a forma como foi concedido, mas alerto aos leitores mais afoitos que a planilha de custos apresentada pelas empresas é documento complexo e que, no meu entendimento, é inquestionável, não só no campo dos mortais comuns como também no mundo dos "especialistas", mundo este onde nosso querido jornal Gazeta de Joinville diz habitarem o Arquiteto Bustamante e o Engenheiro e Professor Trigo... Sinto-me no dever de lembrar que o conceituado professor e engenheiro Trigo, ao longo de não sei quantos meses, não concluiu nada sobre a questão, que por sinal era sua responsabilidade, a não ser afirmar, sem nunca dizer por que, que "a planilha não é confiável”... Ora, o Arquiteto e também especialista Bustamante nem isso fez, vem agora, depois do aumento, chamar o Prefeito de despreparado ou acusá-lo de má fé... E os números, senhores respeitados especialistas, onde estão os seus números? Os números que desmentem a planilha? Os que o prefeito incompetente não encontrou? São mistificadores e criadores de falsas verdades esses senhores, pior, com suas auras de especialistas certificadas pelo nosso querido jornal enlameiam nosso perdido, mas bem intencionado prefeito, cujo maior pecado foi ter admitido um incompetente do porte de Nelson Trigo em sua secretaria mais importante. A planilha não tem erros visíveis, os empresários do setor não deixariam que tivesse, a Prefeitura de Joinville não tem condições, em setor nenhum, de descobrir os décimos de erros nos grandes números, décimos inescrutináveis, que, somados, fazem grandes seus lucros... Fiscalização, senhor prefeito, fiscalização e uma empresa pública, mínima que seja, poderão criar uma planilha de custos nossa, pública, mais próxima da realidade... Chegaremos lá... Evitar falsos especialistas na administração também ajuda,senhor Prefeito tenha mais cuidado na próxima vez pelo bem de todos nós.

Anônimo disse...

Marcos Bustamante disse...

O Sr José Mario demonstra sequer conhecimento das 77 manifestações registradas no Blog do Coletivo, mantido pela Prefeitura, muito menos do conteúdo de suas centenas de comentários sugestões e propostas manifestas nestes 4 meses de 2009, por quem realmente se interessa pela transformação deste serviço público em um serviço digno, honesto e de qualidade. Pelo que foi dito, nem mesmo o Prefeito Carlito reconhece o feito, quando diz que "nada foi feito". No mínimo, deveria ter sido ele próprio a convocar e exercitar o debate público e através de audiências, desvendar com a comunidade as complexas questões deste serviço. Nem sería inédito, pois em outras cidades governadas por seu partido, mais do que isto, auditorias e intervenções bem sucedidas foram realizadas com competência e coragem, para orientar com justiça este primordial serviço público em benefício da comunidade. Aqui com muito menos radicalidade pode-se encontrar solução equilibrada.
Como já expressei anteriormente, continuo a convidar os interessados ao debate e esclarecimentos, além do que já está escrito nos arquivos do Blog, disposto a demonstrar como é possível fazer para transformar este serviço em favor do cidadão Joinvillense.

Marcos Bustamante

Anônimo disse...

O QUE É IMPORTANTE MESMO É QUE O CARLITO ENGANOU NOVAMENTE O POVO, COLOCOU AS PLANILHAS NO BLOG, NÓS E OUTRO SE MANIFESTARAM SOBRE ELAS E ELE DESCARADAMENTE DIZER QUE "NINGUÉM SE MANIFESTOU" É MUITA CARA DE PAU É MUITA MENTIRA, SÓ SE O SECRETÁRIO DALBOSCO EXCLUI AS MENSAGENS, AI ELE TEM QUE SER EXONERADO. CARLITO = MENTIROSO.