MENSALINHO: Devido ao escândalo, vereadores pedem saída de Toninho Neves

Da redação
redacao@gazetadejoinville.com.br

Vereadores de Joinville esperam que o presidente da Câmara, Sandro Silva (PPS), exonere o radialista e diretor de comunicação da Casa, Antonio Viana Neves, mais conhecido como Toninho Neves. Na semana passada veio à tona um escândalo envolvendo o radialista, que segundo a denúncia do Ministério Público, recebia "mensalinho" da Prefeitura de Joinville. Além de radialista, Toninho ocupa o cargo de Diretor de Comunicação na Câmara, com o aval de Sandro Silva.

Segundo denúncia do promotor Assis Marciel Kretzer, da 13ª Promotoria de Justiça, a prefeitura proporcionou o enriquecimento ilícito de Toninho Neves e Juliane Maia, enteada do radialista, em troca de "bajulação" em seu programa de rádio.

No começo desse ano Sandro exonerou o jornalista Luiz Fernando Battisti, assessor de imprensa do vereador Manoel Francisco Bento (PT), por causa de um erro. O assessor passou uma informação equivocada para um repórter do jornal Notícias do Dia.

Na época Sandro afirmou que "qualquer assessor, seja de A ou B, situação ou oposição, a postura seria a mesma: manchou, maculou a imagem da câmara, tá fora". Agora cabe ao presidente exonerar ou não Toninho Neves.

O vereador Bento lamenta que a escolha de exonerar Luiz Fernando tenha partido do presidente sem consultar ninguém. Para ele, a decisão foi absurdamente arbitrária e exagerada. O petista defende que seu assessor de imprensa não passou a informação errada para prejudicar. Bento vai pedir uma reunião para a Câmara tomar uma decisão com relação a Toninho.

IMORALIDADE

O vereador Patrício Destro (DEM), da mesa diretora, explica que a pessoa que trabalha no setor público não pode receber repasse do governo por outro trabalho fora, pois é imoral. Aí já estaria o primeiro erro apontado pelo parlamentar. Para ele, a decisão de exonerar o radialista será do presidente, mas destaca que Sandro não pode usar "dois pesos e duas medidas", ou seja, se exonerou o assessor do Bento teria que tomar posição igual agora. O democrata conversou com Sandro para o presidente tomar uma posição.

Sandro Silva não deixa claro sua posição. Ele explica que é apenas uma denúncia e verá se o juiz vai acatar. Já o companheiro de bancada, Patrício Destro, conta que conversou bastante com o promotor Assis e diz que ele sempre tem prova do que fala. "Assis é um homem que não fala sem ter certeza", enfatiza.

Sandro adianta que vai conversar com a mesa diretora e não tem problema nenhum em exonerar Toninho. Verá a gravidade do caso e verificará no jurídico da Câmara.

Denúncia repercute entre profissionais da comunicação

O coordenador do curso de jornalismo da Associação Educacional Luterana Bom Jesus/Ielusc, Silvio Melatti, lamenta um episódio assim num momento em que o jornalismo está tão questionado. Acha preocupante o caso, mas garante que é melhor que fatos assim venham à tona. "Esperamos que não fique só nisso", completa.

O presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Sérgio Murilo, deixa claro que todos são inocentes até que se prove o contrário. Mas reconhece que é uma denúncia grave. Conforme ele, atualmente qualquer um pode ser jornalista e é por isso que ocorrem fatos assim.

A vereadora Tânia Eberhardt (PMDB) espera que o presidente da casa use o bom senso e repita a atitude tomada no início do ano e também exonere o diretor de comunicação. Conforme a peemedebista, um dia esses fatos têm que acabar.

O ex-diretor de comunicação da Prefeitura de Joinville Benhur de Lima foi procurado pela reportagem, mas não quis falar sobre o assunto. Apenas destacou que o que sabe está na denúncia do promotor.

Para professora, Toninho comete erro ético grave

A professora das disciplinas teóricas e práticas de rádio da faculdade de jornalismo do Bom Jesus/Ielusc, mestre em História, Izani Mustafá, diz que o radialista comete um erro ético: "Se ocupa um cargo no Legislativo, não deve comandar um programa numa rádio da cidade". Para ela, ele não tem isenção para trabalhar emissora como um profissional de comunicação, como um radialista.

Segundo ela, se ele ocupa um cargo na área de comunicação e a denúncia é voltada a esta área, cabe ao diretor da Câmara dos Vereadores avaliar até que ponto vale a pena mantê-lo no cargo, já que existe uma denúncia contra um funcionário da casa.

Boca alugada

Para o radialista Sared Buéri, é muito clara a posição de alguns radialistas com determinados grupos políticos que têm abertura nesses programas.

No caso de Toninho Neves não há uma sentença, mas há uma investigação. Sared acha arriscado manter o radialista até que tudo esteja apurado. "Fatos como esse deixa frágil a credibilidade da nossa profissão", alerta. Ele explica que um radialista pode ter um lado, mas não obter vantagem com isso.

Estudantes de jornalismo cobram pessoas formadas em cargos públicos

A estudante de jornalismo Emanuelle Carvalho acompanha o escândalo envolvendo Toninho Neves. Para ela, as denúncias são graves e partem de uma promotoria séria e atuante. "Muito se ouve falar sobre patrocínios a radialistas em Joinville sob pena de acusações em programas da cidade", completa.

Como outras pessoas, afirma que é evidente que qualquer escândalo envolvendo a Câmara de Vereadores é prejudicial a sua imagem, que existe para ser representante do povo.

"O afastamento do Toninho independente do veredicto só trará benefícios. A democracia se exerce com alternância de poder, além disso, é preciso que pessoas capacitadas e formadas na área assumam cargos de tanta responsabilidade", alega.

Para ela, como diretor de comunicação da Câmara é inadmissível que ele tome atitudes que beneficiem financeira ou politicamente a si próprio ou seus familiares.

Punição

O estudante Jacson Alves de Lima diz que se o fato for verídico, tem que haver uma punição. Para ele, o dinheiro público é para todo cidadão. Mas alerta para o jogo político.

33 comentários:

Anônimo disse...

Ehhhhhhhhh,,,,,,,ai Sandro ta de rabo preso com o Toninho.........se voce nao tira-lo agora, vai levar voce pro burraco junto...
Ehh Toninho, fazendo comentario de etica sobre o PT

roberto disse...

O presidente da Câmara Sandro Silva está numa sinuca de bico. Ele era um dos políticos protegidos pelo radialista. Quando Sandro Silva concordou com a compra de varios carros e a sociedade em geral estava contra. O radialista e seus comparsas da mídia , Gebaile e Veríssimo, defenderam imediatamente o Sandro Silva, justificando os carros. Recentemente, esses radialistas fizeram um marketing político para o presidente da câmara. Eles afirmaram que o Sandro seria um bom deputado, devido a sua atuação na presidencia, e teria, com certeza, mais de 100 mil votos.
É o mensalinho trabalhando para o grupo político.
E agora é o próprio Sandro Silva que tem que cortar a cabeça do radialista.
O mundo gira! O mundo dá voltas !

Anônimo disse...

É! Parece que ele já arrumou um jeito. Vai tirar 30 dias de férias. Mauricio Peixer é quem vai assumir. Acha que o pilantra do peixer vai tirar o Sandro?

Trincheira disse...

Para tentar uma blindagem e escapar das denúncias, Toninho promoveu no dia 03/10 o que ele chama de PAELLA DO TONINHO. Em seu blog (http://www.toninhoneves.com.br) ele agradece a presença de mais de 200 convidados, entre eles SANDRO SILVA. E mais, anotem o perfil dos convidados citados.

Anônimo disse...

Espero que tenham que restituir tudo o que receberam de forma ilegal.
Tanto ele como o Norival Silva.
Aliás, os outros envolvidos no esquema das propinas da saúde(Caso Norival Silva) não sofrerão nenhuma punição?

Trincheira disse...

Está no site dele:

"Sr. Toninho Neves: O conheço a mais de 30 anos, desde os primórdios da coluna Alça de Mira de à Noticia. Você é um dos meus nota 10. Não se abale com o divulgado na imprensa, cabeça erguida, você é tudo de bom. Nós da população precisamos de você,o nosso porta voz perante os políticos e sem qualquer custo financeiro, credo cor ou partidário. Tudo o que eu sempre quiz me espressar através de e-mails foi publicado. Toninho Neves, MESMO QUE AQUILO QUE FOI PUBLICADO SEJA VERÍDICO, é muito pouco perante tua grandeza."

Grifos meus.

Rudinei disse...

A credibilidade dos nóssos vereadores foi posta em cima da mesa !!
Quero ver agora!
Vamos ver Sr.Sandro se Vsa. é realmente uma pessoa confiavel .
Se mantiver o Sr. Toninho Neves , então vai ficar provado de uma vez por todas que Vsa. também faz parte de esquemas sujos, existentes em nossa cidade.

Anônimo disse...

Nada contra esses "radialistas "jornalistas" terem um partido para defenderem. O problema é que eles não informam eles faturam, só elogiam quem lhes paga (e bem)! Isso não é jornalismo, é pura venda de favores!

Sou de fora, moro aqui há poucos anos, adoro radio, eu ficava chocado com o radialismo tendencioso desse e de outros "jornalistas" eram sempre loas para os partidos governistas e chicotada na oposição. Novos ventos sopram aqui! Teve que mudar o prefeito, se não mudasse tudo continuaria na mesma! ACABOU a mamata seus "bocas pagas"!!!!!

Anônimo disse...

Todos nós sabemos, que a qualidade dos radialistas, que possuem programas de fundo político em Joinville, é de origem duvidosa, a grande maioria é paga para falar bem de determinadas pessoas, por isso conseguem frequentemente, fazer viagens ao exterior, é só verificar quem são.

Gilberto disse...

O Toninho e o Sandro são apenas a ponta do iceberg, apenas uma parte do esquema de propinas envolvendo executivo, legislativo e mídia. Faltam ainda pegar os outros dois patetas e o Osny, além de diversos políticos. Prá mim ainda é um sonho distante ter um jornalismo sério nesta cidade...

Anônimo disse...

Devagarinho, mas sério e sabiamente o Promotor de Justiça Dr. Assis vai fiscando um a um. Creio que muito em breve teremos novidades, na administração passada, mais na área de educação, e também em construções e reformas de casas na praia da enseada, compra "presentes"de computadores not book - enganjamento de parentes como funcionários para colocar veiculos a serviço da prefeitura, etc..etc...etc...Sr. Promotor Assis, existem muitas coisas ainda, mas seu carater e habilidade, com certeza veremos ainda muitas pessoas devolvendo altas somas aos cofres da prefeitura.
Att.

Anônimo disse...

Para infelicidade geral da nação, ontem a TV Cidade, cana 20, voltou ao ar. E pra desespero de Marinete Merss, a mulher do homenzinho, o show de aberrações voltou. Ontem, exepcionalmente ontem, substituindo Toninho Denunciado Neves, estava aquele cara que era assessor de imprensa da Cia Águas de Joinville, o tal João Francisco.

rodrigodippold disse...

Está mais no que na hora deste marketeiros serem desmascarados e fazer sim jornalismo e não se beneficiar por ajudar A, B ou C.
Espero que isso não caia no esquecimento e promovam sim a justiça.

faça a diferença disse...

Quem diria falava em ética, em moralidade, usando da posição de radialista para tentar desmoralizar seus desafetos. Falava que um homem deve primar pelos valores morais, que valores são esses? Ou isso só vale para os outros. Esperamos que Sandro possa de fato ter uma postura de homem publico e exonerar esse radialista pois a Camara de Vereadores de Joinville não pode compactuar com esse tipo de coisa. Ter a sua frente um "comunicador" que de comunicação não entende nada, pois homem tem que ser homem, pode até ter milhoes de defeitos, mas ser corruto, não.

Anônimo disse...

COMO FICA O PREFEITO QUE TEM COMPRADO OS JORNALISTAS? NÃO EXISTE CORRUPÇÃO SEM CORRUPTOR E CORRUPTO, TODOS SÃO CULPADOS, AINDA MAIS O CARLITO QUE ESTÁ COMPRANDO TODOS OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO.

Anônimo disse...

Todos os radialistas na minha opinião tem que ter a formação superior na área de comunicação, até mesmo nas rádios comunitárias...porque tem muitos que falam coisas e depois não assumem e nem assinam a responsabilidade do que foi dito no ar...tem rádio em Pirabeiraba que faz isso...

tomé disse...

sou a favor de uma punição a o toninho neves,porem acho muito pouco só esses vereadores(sr bento,patricio e sra tania)para exonerar esse radialista.
acho que vai dar em pizza.

Anônimo disse...

Mais um,é que este país é o da impunidade, Falando nisto, e o pessoal do ATACADO UNIVERSO? Esqueceram? Eles continuam "vendendo" para a Prefeitura.E a imprensa não faz nada!Botem para quebrar vocês tem a mídia nas mãos.

Hamilton Jose Pereira disse...

A manchete está errada! Deveria ser "POUCOS vereadores pedem a saida de Toninho Neves".
A Câmara de vereadores não é flor que se cheire . Que tal darmos notas para dez deles ? Vamos lá :

1 Odir Nunes (2, 3 ?)
2 Juarez Nicasio (zero ?)
3 Belini Meurer (3, 4 ?)
4 Sandro Silva (-1, -2 ?)
5 Lauro Kalfes (sem nota)
6 Dalila Leal (2, 3 ?)
7 James Schroeder(-3 ?)
8 Roberto Bisoni (tá vivo ?)
9 Jucelio Girardi(4, 4,5 ?)
10Joaquim Alves (2, 3 ?)

Salvador disse...

Eu também vou dar nota !!
Odir Nunes ---------- 0
Juarez Pereira ------ 0 - Não deu
pra entender
a letra!!!
Belini Meurer ------- 0
Sandro Silva -------- 0
Lauro Kalfels-------- Sem Nota
Mauricio Peixer------ 0
Dalila Leal --------- 0
Adilson Mariano------ 5
Osmari Fritz -------- 5
Tania --------------- 4
Alodir Cristo ------- 0
Patricio Destro ----- 3
Manoel Bento -------- 0
Bisoni -------------- Ainda é
vereador ???
Jucélio Girardi ----- 0
James JEC Schroeder-- faltou, foi
ver o jogo
do Jec !
João Rinaldi -------- Quem ???
Joaquim Quinzinho --- Não deu
conta de
assinar o
nome.
Zilnete Nunes ------- Não fez a
prova, foi
cantar no
coral.

Anônimo disse...

O medo de Sandro Silva e de muitos outros da cidade é que se demitirem Toninho, ele pode levar junto para o buraco muita gente. Pode levar junto muitos políticos que foram eleitos ou reeleitos sem nenhuma condição de legislar.

É Toninho, é Fabi...chegou a hora de vocês...deve estar difil dormir hein!!!

RENE disse...

O Toninho é raposa velha...nunca teve na contra-mão do poder...o Sandro que no momento ostenta a corôa...é um Rei medroso e inesperiente...tá pagando muito caro politicamente...por ser frouxo...com mais cuidado, o Toninho
voltará ao natural sua trajetória
de sucesso com seu fiél povão.

Anônimo disse...

Este fato não é novidade para ninguém, a imprensa de Joinville está na lama hà muitos anos, este é mais um "jornalista" a favor de sí mesmo.

Anônimo disse...

Parabenizo O Sr Promotor Dr. Assis Kretzel, e para a infelicidade, do Puxa saco TONINHO Neves que consegiu seu registro de radialista pela porta dos fundos, com a ajuda do então deputado Darci de Matos quando foi delegado do trabalho deste estado.
ESta mesmo na hora de dar fim a este circulo vicioso na politica Joinvillense.
Quero ver o dignissímo SR. Presidente da Câmara de Vereadores, com coragem para tal ato Exonerar este rato do serviço publico de Joinville.
Tambem deixo minha admiração a Gazeta de joinville pela coragem em divulgar tais fatos.
Mas Naõ vi tão pouco li algo sobre osprocesso que sofre o sr Deputado Kennedy Nunes por Apropriação Indebita quando verador desta cidade.
Há Algum favorecimento, ou simpatia ai?

Zelão - TVBE disse...

É lamentável o que a imprensa de Joinville passa à população. Nasci ne linda cidade, e me decepciono com o que escuto e leio. Toninho Neves é só o começo. Tem muito mais. E a coisa é tão escancarada que fica explícita a postura da imprensa. Os 3 porquinhos, O sr. Cromaço na TVBE, (que tem que aprender a fazer televisão e de verdade não tem nada no seu programa)O sr. Testoni que tem que aprender a falar na frente de uma câmera, Osny Martins que deveria voltar pra sua terra natal e deixar Jornalistas FORMADOS trabalharem descentemente. E não esquecer também o Sr. Léo Saballa. Todos (e alguns mais) comprados com dinheiro público. É vergonhoso. Ainda bem que o MP e a população estão começando a enchergar. E por isso que na gestão Teobaldi a Prefeitura pagava R$5,50 num pão francês. Duvida? Pergunta "pros" contadores da Prefeitura! Tinham que ficar quietos. "Eles" estão lá ainda!

Radioatividade disse...

o caso toninho pra mim nao e nada....
alguem lembra do caso DPM? pq será q está abafado!!! Será q vamos ter q continuar se ferrando a vida inteira e continuar vendo estes sanguessugas do dinheiro publico enrriquecerem cada vez mais...

Anônimo disse...

DPM? o DENUNCIANTE GANHAVA R$ 5,000,00, VIAJAVA DE JATINHO E DEPOIS QUE GANHOU UM PÉ NA BUNDA, QUIZ DENUNCIAR? VÁ A M....

Anônimo disse...

Só não sabe quem é desinformado nesta cidade.. Desde o governo anterior, jornalistas políticos e esportivos recebem o famoso cala-boca, todo mundo sabe disso. E não é apenas o ridículo Toninho Neves, seus amigos Beto Gebaili e Fernando veríssimo passam na prefeitura receber seus "mensalinhos", e se acham que eu estou errado, revejam os programas de rádio e tv do ano passado.

Amo minha cidade, mas é por essas e outras que em Joinville a imprensa é uma piada, a maioria dos formadores de opinião são totais amadores! Nem o português essa turma consegue falar corretamente!! é só ver os comentaristas esportivos de nossa cidade, uma piada! É lamentável, mas é a grande realdidade.

Radioatividade disse...

eu tive q vir arrumar emprego em outra cidade..... porque joinville é uma MERDAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

tem mais é q denunciar mesmo sem pensar na recompensa!!!!!!

Anônimo disse...

O Sr. Toninho Neves Fernando Verissimo o Gaucho ridículo e o tal do Gebailinho e o gago zacarias(coitado esse por último eles só mando calar a boca) Essa é a nossa imprensa paga cala a boca.Eu adoro rádio, mas é muita pobresa na nossa imprensa.(isso é que alguns trouxeram lá da faculdade de jornalimo do RGS desse grupinho q. se chama RBS(cadê o espaço local na mais antiga TV de Jlle. POUCA DE UMA VERGONHA HENN!

Anônimo disse...

Gente deixem a Dalila em paz ela já está pagando pelas roubalheiras que fez. Ela também matou o Sansão lembram? Hehehehe...

Lucas Raposo disse...

Tem também aquele véio chamado Weber. Aquele que nos saudosos jogos no Ernestão anunciava o seguinte ."Comprem ali na barraca do Xuxu, o salgadinho da torcida tricolor". Para ficar falando esse tipo de bobagem, ele levava uma grana da Felej, do programa "ADOTE".

Anônimo disse...

Caros joinvillenses, não se dezesperem isso que vocês estão sabendo hoje, já vem acontecendo a muitos anos, pergunte ao Toninho com que dinheiro ele viajou para cuba, obviamente com dinheiro da Prefeitura, numa manobra entre o Luiz Henrique e a presidenta do Sindicato dos servidores, que por sinal é a mesma pessoa que preside hoje o Ipreville. Por que será que a esposa do Gebaili, ocupava cargo de confiança na Secretaria da Fazenda no governo anterior, seria por competência? não acredito!