Ex-comandantes do Nosso Batalhão têm seus trabalhos reconhecidos

A rigidez dos procedimentos militares ficou de lado na noite desta quinta-feira, dia 22, e deu lugar a uma grande confraternização. A Câmara de Vereadores reuniu ex-comandantes do 62º Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro em Joinville, conhecido como “Nosso Batalhão”, para render-lhes homenagem aos serviços prestados na (e pela) cidade.

Pelo menos nove ex-comandantes foram agraciados, entre eles os generais Américo Salvador de Oliveira e Adhemar da Costa Machado Filho, e os coronéis Bráulio Pereira Dória Júnior, Murilo Bettamio Guimarães, Silvio Paulo Casali (in memorian), Joaquim Gabriel Alonso Gonçalves, Almir José Cavasotti, Luiz Augusto de Oliveira Santiago e Antônio Carlos Freitas de Córdova.

O 62º Batalhão de Infantaria tenente-coronel Francisco de Lima e Silva foi criado há 216 anos, mas somente há 91 anos está em Joinville. Desde 2001, tornou-se um “Batalhão de Força de Ação Rápida na Região Sul do Brasil”. Isso lhe conferiu modernização de equipamentos, procedimentos e a elevação técnica de seus quadros. “O Nosso Batalhão está entre os mais destacados e almejados do Exército Brasileiro. Quando há escolha de novos comandantes, o 62º BI é um dos mais disputados”, afirma o atual comandante, o tenente-coronel Ricardo Augusto Ferreira Costa Neves.

O proponente da sessão, vereador Lauro Kalfels, observou que o Nosso batalhão está inserido no dia-a-dia de Joinville. Para o parlamentar, a população tem admiração e respeito pela instituição e pelas atividades que desenvolve, especialmente em momentos de crise, como nas enchentes do final de 2008 e começo de 2009.

O comandante Costa Neves disse, ainda, que os vínculos de amizade e de cooperação unem o povo joinvilense ao 62º BI. “Ao homenagear os ex-comandantes, a Câmara expressa o sentimento do povo, que enxerga o Nosso Batalhão como instituição companheira e que está de braços dados para a concepção dos grandes objetivos de Joinville”, declarou. “Os ex-comandantes foram competentes, abnegados e os passos dados por eles aumentam ainda mais nossa responsabilidade e apontam direções a seguir.

Os atuais integrantes do 62º BI são muito gratos a eles”, acrescentou. O ex-presidente da Câmara de Vereadores, Fábio Dalonso, hoje presidente da Associação de Veteranos e Amigos do Nosso Batalhão, lembrou que cada ex-comandante, dentro de sua particularidade, contribuiu para o engrandecimento do 62º BI.

As peculiaridades que cada um nele inseriu, afirmou o ex-vereador, tornou-o um destacamento com os quadros dos mais qualificados do Exército Brasileiro. Dalonso, Kalfels e Costa Neves entregaram placas comemorativas aos nove homenageados da noite.

Um comentário:

valmir vieira disse...

O tempo passa, passam-se administrações, partidos politicos se revezam no governo, sai vereador, entra outro e o "Nosso Batalhão" continua firme em Joinville. São 90 anos atuando na região e poucas vezes vemos seu trabalho reconhecido. São mais de 300 jovens que a cada ano passam por alí, aprender a dignificar o trabalho, o estudo, a familia, as leis e as instituições. A Colônia de Férias para 1500 crianças, as aprsentações da Banda de Música, os apoios na campanha de vacinação, na revitalização de prédios públicos, o apoio incondicional ao Festival de Dança quando do seu inicio e até pouco tempo, onde os Soldados abriam mão dos seus alojamentos e os cediam aos participantes do festival além da imprescindível ajuda nos momentos de calamidades. O reconhecimento aos comandantes que por ali passaram é uma homenagem ao "Nosso Batalhão".