Gripe suína: álcool gel vendido nos supermercados não é o ideal

Jacson almeida
jacson@gazetadejoinville.com.br

O álcool gel, produto procurado facilmente em todos os lugares, agora é raro nos mercados e farmácias de Joinville. Tanto estabelecimentos de grande porte quanto os menores sofrem com a falta do produto. O medo de contrair a Gripe A fez com que cada vez mais pessoas procurem a mercadoria e o preço aumente.

No entanto, Jeane Regina Vieira, gerente da Unidade Vigilância em Saúde, esclarece que a orientação para a população é lavar as mãos com água e sabão. "O gel é só para ambientes onde não há a oportunidade de lavar as mãos", completa.

O álcool gel para os casos de contaminação tem uma concentração de 70% de álcool e 30% de água. Ele não evapora tão facilmente, como o líquido, por isso fica mais tempo agindo no local da aplicação.

No Hipermercado Big, o produto estava em falta há duas semanas. Agora, o álcool gel, da marca Cocamar 70%, no valor de R$ 3,64, é encontrado nas prateleiras. Mesmo assim, outras quatro marcas estão em falta. O encarregado pelo setor conta que em apenas 30 minutos, 12 unidades foram vendidas.

Até o momento, de acordo com a Vigilância Sanitária, ninguém morreu por causa da Gripe A na cidade. São 262 suspeitos e 13 casos confirmados porém, os números mostram que a gripe normal também mata. Só no ano passado, em Joinville, 70 pessoas faleceram devido à doença.

População tem de ficar atenta na hora de comprar

Em todos os estabelecimentos de Joinville houve aumento na procura de quase 100%. No Angeloni existe apenas uma marca do álcool gel, a Veja, que custa R$ 5,89. Mas esse produto tem na composição apenas 46% de álcool, não indicado para os casos de combate às bactérias e ao contágio de vírus. O mesmo acontece no Comprefort, onde a marca encontrada é a Veja.

Situação é pior nos bairros

Depois da Gripe A, ficou difícil encontrar o produto. Tanto no Mercado Campos, no bairro Costa e Silva, como no Catarinão, no bairro Floresta, não existe mais o produto. É a mesma situação: os fornecedores não conseguiram suprir a necessidade da comunidade.

Um privilegiado é o mercado Diasville, no bairro Fátima. No estabelecimento, apesar de pouco, se vê o produto da marca Topmax Clean, que custa R$ 3,49.

Já no Mercado Farturão, no bairro Guanabara, desde que começou o assunto da Influenza A (H1N1), não se vê mais álcool gel para comprar. Rosane Maria Fermino, proprietária, já fez vários pedidos, mas não obteve sucesso.

Rosimeri Aparecida Danelli, gerenciadora do Comprefort, assegura que o supermercado manteve o preço do período antes da gripe A. Como em toda a cidade, fazia aproximadamente duas semanas que o produto estava em falta. O último pedido do mercado foi de 120 caixas com 12 unidades cada uma. O preço da unidade da marca Veja, colocado como "oferta", é de R$ 6,49.
Devido às reclamações e a grande procura do produto, o Procon de Joinville fez uma pesquisa no último dia 14 com os preços do álcool (gel e líquido) e disponibilizou em sua página na internet: www.proconjoinville.com.br.

Álcool "caseiro" deve ser evitado

O medo das pessoas é tanto que na internet é só procurar a palavra álcool gel que há várias receitas para se preparar o produto em casa. Mas a gerente da Vigilância em Saúde, Jeane Vieira, adianta que as pessoas devem tomar cuidado com essas fórmulas, pois não há nenhuma garantia.

Para comprar o álcool gel correto, o consumidor tem que olhar o grau de INPM, que quer dizer a porcentagem de álcool em peso ou grau alcoólico. Esse valor é a quantidade em gramas de álcool absoluto contida em 100 gramas de mistura com água. Por exemplo, um frasco de álcool com 70 graus INPM tem 70% em massa de álcool e 30% em massa de água.

SAIBA MAIS

O QUE É IINDICADO: A Vigilância Sanitária orienta que para diminuir os riscos de contágio basta lavar bem as mãos com água e sabão.

QUAL ÁLCOOL COMPRAR: Álcool gel, desinfetante recomendado, caso não houver possibilidades de lavar as mãos, é aquele que contém 70% de álcool.

Preços ao consumidor:

Comprefort
Veja (46%) R$ 6,49

BIG
Cocamar R$ 3,64

Diasville
Topmax Clean R$ 3,49

Um comentário:

Timoneiro disse...

O álcool VEJa é indicado para limpeza doméstica. As instruções no rótulo dizem que, em caso de contato com as mãos, estas devem ser lavadas com água em abundância. Há um componente altamente tóxico na composição. Cuidado, portanto, ao citar o produto, só alertando para a pequena concentração de álcool.