Carlito tem duas semanas para cumprir promessa de campanha

Jacson Almeida
jacson@gazetadejoinville.com.br

O prefeito Carlito Merss tem até o final do mês para começar a pagar a dívida com a Univille (Universidade da Região de Joinville), caso contrário a instituição pode suspender todos os serviços prestados à comunidade, incluindo na área de saúde. Esta informação foi passada com exclusividade pelo reitor da universidade, professor Paulo Ivo Koehntopp.

O pagamento da dívida referente às bolsas de estudos dos alunos da Univille foi prometido pelo prefeito Carlito Merss. "Vamos pagar em dia a partir de janeiro e renegociar o atrasado", afirma em publicação do Jornal da Educação. Até agora, nenhum valor foi repassado para a instituição.
A dívida, que em junho deste ano estava em R$ 21,151 milhões, se arrasta desde o começo da gestão Tebaldi. Nesse período, sem o repasse do governo, a Univille conseguiu bancar os descontos que eram de responsabilidade da prefeitura. Paulo Ivo conta que só no ano passado foram disponibilizadas 2,7 mil bolsas, ou seja, 25% dos alunos foram beneficiados.

O reitor explica que a Procuradoria do município pediu um plano de aplicação para esse valor, ou seja, onde a universidade investiria essa quantia de aproximadamente R$ 21 milhões. Faz duas semanas que a instituição fez o relatório e agora espera mais duas semanas para saber a posição de Carlito.

O reitor adianta que o acordo feito com o prefeito seria o pagamento parcelado de aproximadamente R$ 4 milhões por ano. Paulo Ivo garante que precisa dessa quantia até o começo do próximo mês. Ele lembra que infelizmente a espera desse dinheiro foi grande.
Se o petista não começar a pagar a dívida, além dos alunos que serão afetados, o caos na saúde vai aumentar. Sem dinheiro em caixa, devido ao pagamento das bolsas, a Univille terá que ser reestruturada. Conforme o professor Paulo Ivo, isso acabaria com alguns serviços prestados à comunidade. "Preciso de uma solução até o mês que vem", completa.

Pagamento está no plano de governo

Uma das propostas de Carlito na campanha de 2008, foi a quitação da dívida. No seu plano de governo o prefeito garante "regulamentar os repasses financeiros para a Univille". Agora estudantes esperam aflitos pela decisão do petista.

Em abril, a Univille fez um acordo com a prefeitura para suspender uma ação que cobrava na justiça o pagamento para a universidade, pois o prefeito Carlito se comprometeu em saldar a dívida. Conforme Paulo Ivo, a instituição entrou com o processo, pois o prefeito Tebaldi dizia que não iria pagar.

SERVIÇOS COMUNITÁRIOS

A universidade atende aproximadamente 800 pessoas por mês gratuitamente, com odontologia. Na Farmácia Escola, alunos da Univille entregam medicamentos do Governo Federal para 1,5 mil pacientes, toda semana. Além disso, o reitor afirma que os estudantes de medicina estão em todos os setores da saúde pública da cidade, como os PAs.

11 comentários:

Margrit Schoeslemm disse...

O reitor deveria fazer tambem a parte dele, ou seja, buscar emprestimos federais e pagar rewpassar a dívida da prefeitura para os bancos.

Porque a Univille não executa a dívida???

Ela não é legal dentro dos 4% constitucionais para educação superior ???

E tem outra coisa. O reitor está dando uma de igênuo ou despreparado.

Não se retira processo de cobrança como ele retirou em abril sem haver um sinal real (real!) de que a dívida será quitada.

Anônimo disse...

É senhora Magrit! O que se questiona não é pagar ou não pagar a dívida, e sim, as promessas do prefeito. Parece que Carlito quer mesmo ser pior, tanto que matém muitos assessores da antiga gestão ocupando cargos comissionados.

Anônimo disse...

ESSE É CARLIO, VULGO CAMALEÃO, O BICHO É DANADO, MENTIROSO QUE SÓ. É A "MENTIRA PARTICIPATIVA"

Anônimo disse...

Margrit,,,,na politica eh assim falou,,,cuspiu ,,tem q cumprir e ele fez isso,, entao nao deveria ter prometido, deveria ter deixado sem promessas e quando pudesse fazer,,faria,,,ou seja,,ele prometeu muitas outras coisas e nada esta fazendo,,,e lamentavel

Rafael disse...

é, este é nosso prefeito.

Anônimo disse...

Gostei. Acho que devíamos chamar o Carlito de Camaleão mesmo, pode misturar com o bicho Preguiça, já que ele não faz nada mesmo?

Anônimo disse...

EU CONCORDO. O BICHO DANADO, MENTIRO, LENTO QUE SÓ. PORÉM, QUERIA INCLUIR MAIS UMA OPÇÃO DE BICHO, O QUE ACHAM DA GAZELA? UMA GAZELA LENTA, MOLE, QUASE PARANDO, MENTIROSA QUE SÓ.
CORRA GAZELA QUE O LEÃO VEM AI.

Anônimo disse...

Não é Só com a Univille que a Prefeitura está em atraso. Eu sei de outra entidade em Joinville que trabalha com crianças carentes, que está a dois meses sem receber verba da Prefeitura.

Staskowian disse...

Que nojenta a atitude do prefeito. A UNIVILLE deveria ser um pólo. Nao um afogado de dívidas.

Roberto disse...

Tô ficando chateado de ver tanta gente decepcionada com o Carlito...Até pensava em mudar para Joinville de tanto ouvir falar que era uma cidade muito rica,etc e tal.Sei lá,tô de cara.

Anônimo disse...

Cheguei até a discutir por causa do CARLITO na época da eleição,hoje tenho vergonha de mim mesmo.Esse cara esta sendo o prefeito mais nojento que Joinville já teve,em toda sua história.Uma coisa é certa:É O PRIMEIRO E ÚLTIMO MANDATO DESSE MENTIROSO EM JOINVILLE, VAI MENTIR LÁ EM BRASÍLIA,LÁ ELES ACEITAM.

MATEMÁTICO ...VALDIR