SHOWMEN: Três comunicadores lideram pesquisa para deputado

Da Redação
redacao@gazetadejoinville.com.br

Faltando dez meses para o pleito que elegerá o novo governador do Estado, deputados federais, estaduais, senadores e presidente da República, o Instituto de Pesquisas Sociais da Univali foi às ruas de Joinville para saber quem são os preferidos para ocupar as cadeiras na Câmara Federal, Assembleia Legislativa e quem deverá substituir o joinvilense Luiz Henrique da Silveira, no governo de SC.

Para a Assembleia, se depender dos números apresentados pela IPS Univali, os três joinvilenses que buscam a reeleição: Kennedy Nunes (PP), Nilson Gonçalves (PSDB) e Darci de Matos (DEM) não terão dificuldades em voltar à Florianópolis em 2011.

Segundo a pesquisa, os três juntos obtêm 62,98% da intenção de votos dos joinvilenses. Nilson aparece com 22,18%, Kennedy com 21,34% e Darci 19,46%. Depois deles, apenas o petista Adilson Mariano consegue alcançar os dois dígitos com 10% da preferência popular (veja quadro abaixo).

Número inexpressível

Quem decepciona na corrida à Assembleia Legislativa é o secretário de Educação e fiel escudeiro do prefeito Carlito Merss. Marquinho Fernandes, que chegou a ser cogitado como o sucessor de Carlito em Brasília, patina na intenção de votos. Segundo a pesquisa da IPS Univali tem apenas 1,46 %, bem abaixo dos dez obtidos pelo seu companheiro de sigla Adilson Mariano.

Rumo à Brasília

O jornalista Patrício Destro (DEM) surpreendeu a todos no ano passado ao se tornar o vereador mais votado da história de Joinville e, de quebra, o mais votado de Santa Catarina, ao se eleger com 8.540 votos. Mas, segundo a pesquisa Univali, o vereador pode surpreender novamente e conseguir uma votação expressiva para deputado federal nas próximas eleições.

Destro tem 27,82 % da preferência dos joinvilenses. Bem atrás com 17,78 % e 14,02 % aparecem o ex-prefeito Marco Tebaldi (PSDB) e o peemedebista Mauro Mariani, respectivamente.

Fora do Jogo

De acordo com a amostragem da Univali, o prefeito Carlito dificilmente fará seu sucessor em Brasília. Na esperança de transferir os 83.769 votos que recebeu em 2006, Carlito apostou todas as fichas na sua esposa, Marinete Merss. No entanto, pelo menos em Joinville, a situação da primeira-dama está complicada. Devido a baixíssima popularidade do prefeito, os joinvilenses praticamente desprezaram Marinete que aparece com apenas 5,44 % das intenções de voto.
tudo embolado

Na corrida pelo governo do Estado tudo indefinido. Segundo a pesquisa Univali, Raimundo Colombo (DEM), Ângela Amin (PP), Leonel Pavan (PSDB) e Ideli Salvatti (PT) aparecem em empate técnico, com ligeira vantagem para Colombo (19,04 %) e Ângela (17,36 %).

A pesquisa

O IPS Univali ouviu 478 pessoas, nos dias 19 e 20 de novembro de 2009. A margem de erro é de 4,58% para mais ou para menos. O resultado obedeceu a proporcionalidade entre os bairros de acordo com a distribuição do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina.





4 comentários:

presidente jean disse...

Mesmo com todos os números positivos, sempre ouvi dizer que a rejeição de um candidato pode definir uma eleição. No caso de Mariani, por exempo, pode não estar tão bem nas pesquisas quanto o Destro, mas está lado a lado no índice de rejeição com apenas 6%. Já no quadro de governador, surpreende Pavan como favorito na subseção "Se o seu candidato não concorresse em quem votaria?", onde lidera com 17%, a frente até de Angela, com 15%.

Anônimo disse...

Darci de Matos e Nilson para deputados hummmmmmm, vou lutar até o fim pra não se eleger, depois daquele escandalo, vou mandar as gravações que o promotor Dr. Assis tem, para todos os eleitores que tenho cadastrado(mais ou menos 38.000) para ver a vergonha que foi e que é.

fernando

Anônimo disse...

UMA SUGESTAO A GAZETA DE JOINVILLE
FAZER UM LEVANTAMENTO DO TRABALHO DE TODOS ESSES CANDIDATOS
MOSTRAR AO POVO O QUE ELES FIZERAM NOS 4 ANOS QUE LA ESTAO???

PRECISAMOS SABER O QUE ELES FAZEM EM FPOLIS E EM BRASILIA
POR FAVOR GAZETA VCS PODEM FAZER ISSO

Anônimo disse...

E o Assis... com certeza ele seria hoje a melhor opção do PT para Deputado Federal!
Por que o nome dele nem foi pesquisado???